24 de dezembro de 2016

Lista | 3 filmes nacionais para ver nas férias

O homem do futuro
Na trama, Zero (Moura) é um cientista genial, mas arrogante e infeliz, que há 20 anos foi humilhado publicamente na faculdade e perdeu o grande amor de sua vida, Helena (Alinne Moraes). Prestes a ser demitido, Zero aciona, antes de totalmente concluído, o acelerador de partículas mais barato do mundo. O experimento dá errado, o cientista acidentalmente volta ao passado - e se vê diante da chance de alterá-lo.

Esse filme me surpreendeu de uma forma que inexplicável. Pra começar eu vi meio sem querer quando estava passando na televisão, então não fazia ideia do que se tratava. No início eu estava torcendo pro Zero conseguir mudar o dia horrível que ele teve. Depois percebi que seu futuro foi pior quando o que "tinha que acontecer" não aconteceu. Daí ele volta pra evitar que ele mesmo mude o curso das coisas. Recomendo pra todo mundo.

  Gonzaga - De Pai pra Filho
Decidido a mudar seu destino, Gonzaga sai de casa jovem e segue para cidade grande em busca de novos horizontes e para apagar uma tristeza amorosa. Lá, ele conhece uma bela mulher, Odaléia (Nanda Costa), por quem se encanta. Após o nascimento do filho e complicações de saúde da esposa, ele decide voltar para a estrada para garantir os estudos e um futuro melhor para o herdeiro. Para isso, deixa o pequeno aos cuidados de amigos no Rio de Janeiro e sai pelo Brasil afora. Só não imaginava que essa distância entre eles faria crescer uma complicada relação, potencializada pelas personalidades fortes de ambos. Baseada em conversas realizadas entre pai e filho, essa é a história do cantor e sanfoneiro Luiz Gonzaga, também conhecido como O Rei do Baião ou Gonzagão, e de seu filho, popularmente chamado de Gonzaguinha.
Outro que me surpreendeu demais! Gonzaga tinha um talento nato, mas bateu muita cabeça por aí até encontrar seu ‘estilo’. Sua vida foi marcada por muitos altos e baixos, muito aprendizado e também muita diversão.Na tentativa de dar a seu filho a boa vida que ele não teve, Gonzaga deixa seu herdeiro na casa de amigos e parte para a estrada. Atuações maravilhosas, história belíssima, fotografia e figurino excepcionais e trilha sonora –precisa comentar? - de arrepiar o fio de cabelo ao dedo do pé!

O Palhaço
Em O Palhaço, Benjamim (Mello) e Valdemar (Paulo José) formam a dupla Pangaré e Puro Sangue, que rodam as estradas do interior com a trupe do Circo Esperança. O palhaço Benjamin, porém, está em crise. Acha que perdeu a graça.
Diferente de tudo o que eu já havia visto antes. Eu tenho medo de dizer o quanto eu gostei desse filme e você se decepcionar porque a essência dele está na simplicidade. Não vá achando que é comédia pastelão pra não se frustrar. Aliás, não vá achando nada. Assista e tire suas próprias conclusões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ah que diver, você vai comentar! Vou adorar responder. Lembrando que aqui é um espaço democrático, mas não é por isso que pode rolar bagunça!
Agora, diz aí o que você achou.